segunda-feira, 30 de maio de 2011

Liga dos Campeões dá um show de organização. Se liga Brasil.

Quem assistiu a final da Liga dos Campeões no sábado não viu apenas a vitória do Barcelona, viu também um evento organizado de maneira espetacular.

Tão fácil quanto aplaudir o futebol apresentado pelo Barcelona, é destacar a beleza do estádio de Wembley. Reformado recentemente, o estádio que tem capacidade para 90 mil torcedores não poderia ter sido palco melhor.

Ou poderia?

Espalhados pela Europa existem outros palcos equivalentes, como o Santiago Bernabéu em Madrid, o Olímpico em Roma, a Allianz Arena em Monique, o Stade de France em Saint-Denis, etc. Cada um com sua característica, mas todos preparados para receber eventos de tamanha grandeza.

Observando tudo isso, fico preocupado com o a imagem que o Brasil pode passar ao mundo com a Copa de 2014, uma vez que a Europa está preparada para realizar uma Copa por ano, o Brasil está a ponto de perder o evento que teve sete anos para organizar.

E não adianta agora o Sr. Orlando Silva, ministro do esporte, tentar jogar a culpa toda para São Paulo. Afinal ele é o grande responsável por toda essa bagunça.

Se em 2007 tivessem começado a reformar o Morumbi, que custaria por volta R$ 600 milhões, hoje o estádio estaria pronto para receber a abertura da Copa. Mas como vemos, é melhor investir R$ 1,5 bilhão na construção de um estádio há três anos do evento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário