quinta-feira, 16 de junho de 2011

Santos consegue ótimo empate, mas precisa ficar esperto

Pra quem esperava um jogo fácil no Uruguai e que o jogo em São Paulo seria apenas uma festa, se enganou muito.

O Penãrol, que é inferior tecnicamente, abusou da força física de seus atletas e atacando e defendendo em blocos, dificultou a vida do Santos. Do outro lado o Santos criou no mínimo três chances claras de gol e Zé Eduardo conseguiu desperdiçar.

Ainda no primeiro tempo, Neymar recebeu cartão por simulação e de acordo com Muricy o árbitro ameaçou expulsá-lo.

Da metade do segundo tempo em diante, o Santos que parecia satisfeito com o resultado, recuou um pouco e o Penãrol passou a chegar mais. Os rebotes na entrada da área eram todos ganhos pelos uruguaios e em um deles, Alonso apareceu no meio da pequena área para desviar para o gol.

O estádio Centenário explodia em alegria quando perceberam que o corajoso trio de arbitragem havia anulado corretamente o tento.

Alívio para o Santos que trás para o Brasil um bom resultado. Com uma vitória simples, o alvinegro praiano se consagrará tri-campeão da América. Mas é bom tomar cuidado, porque o Peñarol mostrou ontem que está preparado para estragar a festa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário