quinta-feira, 7 de julho de 2011

Keirrison a “falsa promessa” do futebol brasileiro

Em 2008 o nome Keirrison era temido por todos os zagueiros do futebol brasileiro. Centroavante com faro de gol e arremate mortal, foi artilheiro do campeonato brasileiro com 20 anos.

Desejado por tantos clubes no Brasil, foi contratado pela Traffic para ser o grande atacante do projeto de Luxemburgo no Palmeiras.

E a princÍpio foi. Em 35 jogos pelo Palmeiras fez 24 gols.

Mas aos poucos a falta de gana e coragem em jogos importantes começaram a ser características mais evidentes.

Antes que a torcida pegasse no pé do jogador, seus empresários o convenceram a virar as costas para o time paulista e ir para o Barcelona acreditando que faria história.
O time espanhol o emprestou ao Benfica para ganhar experiência, se firmar como craque e então volta e assumir seu espaço no time catalão.

Definitivamente não foi o que aconteceu. A falta de coragem que começava a se evidenciar antes de sair do Palmeiras logo consumiu o talento do K9. De reserva do Benfica passou a nem ser relacionado para os jogos. Atuou apenas oito vezes pelo time português e fez apenas dois gols.

Mas as coisas ficaram pior. Repassado para a Fiorentina, o atleta, atuou doze vezes e fez apenas um gol.

A saída era voltar para o Brasil e torcer para que atuando ao lado de Ganso e Neymar o futebol do jogador voltasse a aparecer.

Não aconteceu.

Keirrison nem ameaçou a posição do fraco Zé Eduardo e foi liberado pelo Santos, antes do fim de seu contrato.

O Barcelona, que investiu R$ 41 milhões no jogador, não o quer de volta. Espera apenas diminuir o prejuízo, mas para isso algum time tem que querer a “falsa promessa”.

Um comentário:

  1. Acho que ainda da tempo do keirrison fazer uma Faculdade hein

    ResponderExcluir