sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Corinthians perde novamente na justiça, mas caso Rogério deve se estender.

O Corinthians tentou na justiça um “Agravo de Instrumento” para não pagar a dívida de R$ 34 milhões para o Palmeiras. Ação tinha como objetivo suspender a decisão tomado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo em 18 de julho, além de tentar anexar uma decisão trabalhista que o ex-jogador Rogério move contra o time do Palestra Itália.

Porém, o juiz Natan Zelinschi de Arruda indeferiu os pedidos e manteve a decisão.

A diretoria do Corinthians já se movimenta para tentar retardar o prazo de pagamento até a saída de Andrés Sanches do comando do clube.

Pelo jeito esse caso ainda vai se estender.

Um comentário:

  1. E esse o time do corinthians....fazem graça em querer trazer o Teves por milhões e não pagam o que devem...fazem graça com dinheiro dos outros...depois acham ruim quando falam pequeno time de São Paulo....isso não é atitude de time grande.

    ResponderExcluir