quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Até tu, Fenômeno?

Depois do anúncio de Andrés Sanches, atual presidente do Corinthians, como novo diretor de seleções da CBF, agora foi a vez de Ronaldo assumir o cargo de presidente do Comitê Organizador Local da Copa.

Ninguém melhor que o ex-atleta e atual empresário para tirar o foco das denúncias de corrupção da Copa mais cara da história.

Por falar em história, parece que Ronaldo não está muito preocupado com ela. Afinal o histórico no mínimo nebuloso de Ricardo Teixeira e Andrés Sanches não pesaram na tomada de decisão do “Fenômeno”.

Andrés Sanches, de acordo com reportagem da revista Isto É, é investigado pela Polícia Federal por envio ilegal de dinheiro para o exterior, suspeito de obter vantagens pessoais na compra e venda de jogadores em nome do S. C. Corinthians Paulista, além de ter três empresas em seu nome bloqueadas pela Receita Federal desde 2009.

Ricardo Teixeira também está sobre investigação da Polícia Federal, e não só no Brasil como também na Suíça, por evasão de divisas e lavagem de dinheiro. Sem mencionar seu envolvimento nos escândalos de corrupção na FIFA.

Com a imagem de bom moço que construiu durante a carreira, Ronaldo servirá de escudo para homens de índoles duvidosas e colocará seu prestigio em “xeque” para protegê-los daqueles, que como Romário, ousam desafiar o “Barão do Futebol”.

Com a enorme aceitação popular que possui, Ronaldo poderia contribuir com a Copa do Mundo de diversas maneiras, não precisando se aliar com gente desta estirpe.

Mas a recente amizade entre Ronaldo e Andrés Sanches nos mostra na prática o velho dito popular “diga-me com quem tu andas, e te direi quem tu és”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário