sexta-feira, 30 de março de 2012

Movimento Diretas Já Palmeiras passa dos 10.000 seguidores no Facebook



Mesmo com o bom momento vivido pelo time, o movimento por Diretas Já no Palmeiras não arrefeceu. Na tarde de hoje, 03 dias após a inauguração de sua página no Facebook, o movimento ultrapassou os 10.000 fãs na rede social (www.facebook.com/diretas.palmeiras).

Criado e realizado por torcedores comuns, o movimento tem como objetivo aprovar uma mudança no estatuto do Palmeiras para permitir que a eleição do presidente do clube se dê diretamente por seus associados. Atualmente, a eleição é feita de modo indireto, ou seja, votam apenas os conselheiros do clube.

É através das redes sociais que a torcida tem se mobilizado para pedir democracia e renovação no Palmeiras. Convocados pela internet, os torcedores já realizaram três manifestações pacíficas nas ruas: uma em frente à Academia de Futebol durante reunião do conselho deliberativo e outras duas em frente ao clube. Na última manifestação, batizada de Festa da Gaveta, cerca de 300 torcedores “comemoraram” o aniversário de um ano do engavetamento da proposta de mudança do sistema eleitoral, com direito a bolo de aniversário, faixas e fantasias.

Segundo o estatuto do Palmeiras, a proposta apresentada formalmente no dia 04 de março de 2011 preenchia todos os requisitos para ser levada imediatamente para votação do Conselho Deliberativo. Mas o presidente do Conselho do clube, José Ângelo Vergamini, resiste em convocar o Conselho para discutir o tema. Diante do engavetamento do projeto, um grupo de conselheiros chegou a ingressar com uma ação judicial, que ainda aguarda decisão.

A força crescente do movimento já repercute entre personalidades e conselheiros do Palmeiras. Recentemente, o neurocientista Miguel Nicolelis e o Ministro dos Esportes Aldo Rebelo se manifestaram a favor da mudança no sistema eleitoral. Nos Estados Unidos, o lutador de MMA Chael Sonnen recebeu de um torcedor uma camiseta do movimento e posou para fotos para declarar seu apoio à causa.

Nos bastidores políticos, a situação também parece indicar uma crescente aprovação das diretas. Além dos 81 conselheiros que assinaram o projeto de mudança do estatuto, a proposta ganhou o apoio de Marco Polo Del Nero, atual presidente da Federação Paulista de Futebol e homem de forte influência na CBF, bem como do grupo político do ex-presidente Affonso Della Monica, principal base de apoio do Presidente Arnaldo Tirone.

Diante da pressão, o diretor jurídico Piraci de Oliveira constituiu uma comissão para examinar a proposta de mudança. Entre conselheiros que defendem as diretas, entretanto, a medida soou mal por ser encarada como uma manobra política do diretor para postergar a aprovação da proposta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário