domingo, 27 de maio de 2012

Presidente da FIFA quer acabar com as disputas de pênaltis


O Presidente da FIFA, Joseph Blatter, criticou durante o 62º Congresso da FIFA em Budapeste a fórmula de decisão de uma partida de futebol por meio das penalidades.

Para Blatter, o futebol perde sua essência de jogo coletivo quando a decisão de uma partida ou até mesmo de um campeonato chega à disputas de pênaltis.

O futebol pode ser trágico quando você vai para disputa de pênaltis e não deve ser uma disputa de um contra outro. Na decisão por pênaltis, o futebol perde sua essência” afirmou Blatter.

O discurso de mudanças surge após a recente decisão da Champions League, na qual o Chelsea  assegurou o título após derrotar o Bayern de Monique nas cobranças de penalidades.

Blatter também citou a recente vitória da Zâmbia na Copa Africana das Nações, em fevereiro, e dos títulos mundiais do Brasil (1994) e Itália (2006). Todas essas competições decididas nos pênaltis.

Ao final da análise, o presidente da FIFA pediu ajuda a Franz Beckenbauer, um dos grandes jogadores da história da Alemanha e líder da força-tarefa criada em 2010 para melhorar o futebol até a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. "Talvez Franz Beckenbauer, com seu grupo, possa apresentar uma solução. Se não hoje, então amanhã", comentou.

No entanto o ex-capitão da seleção alemã, em declaração ao jornal Bild, discordou de Joseph Blatter e exaltou a emoção das disputas de pênaltis.

"Os pênaltis trazem emoção ao jogo e são muito mais atrativos do que decidir jogando a moeda, por exemplo"

2 comentários:

  1. Acho sinceramente, que os "penais" se tornaram a maneira mais emocionante(seguida da prorrogação com golden goal), para se definir uma partida acirrada.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você Tales, os pênaltis e o Golden Goal são as alternativas mais emocionantes.

    ResponderExcluir